Não sei como se vive

Não sei como se vive

Eu não sei como se vive
Eu não sei como se vive, ô meu bem
Nesse mundo enganador
Fala muito é falador
Se fala pouco é manhoso
Come muito é guloso
Come pouco é suvina
Se bater é desordeiro, ô meu bem
Se apanha ele é mufino
Trabalho tem [o] marimbondo [de]
Fazer casa no capim
Vem um vento, leva ela, ô iaiá
Marimbondo leva fim
Caveira, quem te matou, ô meu bem?
Foi a língua minha, sinhô
Eu te dava conselho
Pensava ser ruim
E eu sempre te dizendo
Inveja matou Caim
Camaradinho

Aquinderreis
Iê aquinderreis, camará
Ai ai ai
Ai di lê lê
Ai ai
Ai di lê lê
Ai ai ai
Ai di lê lê

Info

Text: Mestre Waldemar
CD: Mestre Canjiquinha e Waldemar